Por que construir pode ser um ótimo negócio!

post1

O primeiro dilema que nos deparamos ao decidirmos adquirir uma casa reside no fato de: é melhor comprar uma casa pronta ou construir? Pois bem, como o título deste artigo sugere e você já deve suspeitar, minha posição é bastante clara acerca deste questionamento no sentido de que a construção deve ser sempre a sua primeira opção. Esta convicção advém de inúmeros fatores que serão agora apresentados.

 

  1. Preço: O preço é, salvo raríssimas exceções, o primeiro e mais importante parâmetro definido pelo cliente e caracteriza-se por ser um parâmetro fixo (recursos limitados). Dados de mercado apontam que ao optar pela construção, o cliente estará realizando uma economia por volta de 30% sobre a compra de um imóvel pronto com as mesmas características. Você deve está se perguntando qual o motivo desta disparidade de preço, correto? Pois então, basicamente são devidos a dois fatores: o primeiro como sendo o lucro do ‘incorporador’, alguém que investiu seu capital em uma atividade espera um retorno financeiro; e o segundo refere-se aos custos de comercialização da unidade pronta.

 

  1. Projeto: Idealizar o projeto de sua casa é sem dúvidas uma atividade muito gratificante, neste momento o cliente pode exercitar toda a sua criatividade e adaptar um projeto que atenda plenamente as suas necessidades. Este se caracteriza por ser um aspecto único para quem opta por construir. Então, o cliente pergunta: “Certo, mas eu também posso comprar um imóvel pronto e realizar uma reforma de acordo com as minhas necessidades, não posso?” Realmente existe essa possibilidade, no entanto, existem muitas limitações técnicas que o imóvel apresenta depois de pronto que para serem superadas acabam por inviabilizar a reforma, sendo preterível a construção do ‘zero’.

 

  1. Patologias: Ao se comprar um imóvel pronto o cliente não está muito preocupado com além daquilo que seus olhos podem enxergar. O que eu quero dizer com isso, todos os compradores se preocupam com o piso e revestimento que foi utilizado, os metais como pia de cozinha, torneiras, registros e chuveiros, a parte de louça e bancadas. Alguns mais atenciosos observam a linha de produtos que foi utilizada para interruptores e tomadas e até perguntam se a tubulação é tigre, embora existam outras marcas de igual qualidade. É claro que devemos nos preocupar com a estética, mas sem esquecermos o conforto e segurança. Se informe se o imóvel possui projeto estrutural, principalmente no caso de mais de um pavimento ou algum tipo de contenção, a existência dos projetos de instalações também garante que a construção siga as normas vigentes neste quesito, pergunte sobre os sistemas de impermeabilização utilizados nas diferentes áreas: baldrames, coberturas, banheiros. Todos esses cuidados servem para que não haja arrependimento posteriormente, pois na hora da compra pronta a casa pode está muito bem ‘maquiada’ e diversos problemas, como infiltrações, fissuras, vazamentos serem apenas questões de tempo.

 

  1. Investimento: Como já mencionado anteriormente, o custo da construção é menor que o do imóvel pronto, logo se por algum motivo posterior a construção seja necessária à venda do imóvel, existirá sempre uma parcela de clientes dispostas a pagar mais pelo imóvel pronto. Resultando em um lucro para o optante pela construção mesmo que esta não tenha sido a finalidade inicial.

 

  1. Manutenção, reforma e ampliação: Partindo do pressuposto que toda a construção foi executada nos conformes, o que inclui a elaboração de todos os projetos complementares. Questões relativas à manutenção, e, futuramente, reformas e/ou ampliações, serão bastante facilitadas por se conhecer bem como a execução foi realizada e por esta está devidamente documentada através de registros fotográficos e dos referidos projetos.

 

Obviamente a construção é uma atividade bastante complexa que requer planejamento correto, projetos bem detalhados e acompanhamento profissional desde o inicio ao final do processo, portanto para tirar proveito de todas as vantagens apresentadas, o cliente precisa escolher criteriosamente empresas e profissionais idôneos, caso contrário, amargará prejuízos e contrariedades.

Um comentário em “Por que construir pode ser um ótimo negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *